Coimbra Out Loud – Victor Torpedo

Com 6 ou 7 anos praticamente voava sobre as Escadas do Quebra Costas para ir para escola, saltava todos os lances, e tinha uma paixão pela catequista. Ela era o máximo! A minha carreira começou na catequese porque ela decidiu que eu tinha uma voz belíssima e a minha mãe ria-se, porque pensava: este gajo nem falar português sabe. Victor Silveira, Victor Clash, Vitinho, o espanholito da Sé Velha de Coimbra (mas do Futebol Clube do Porto) porque dava erros atrás de erros a falar. Em 1982, foi tocado pelo Papa João Paulo II numa visita à Universidade que se virou para ele e disse: grande estudante. […]

Podem ler o texto completo na Revista Coolectiva.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *